CarWebWide

Youtuber diz que quer trocar Tesla por um carro a combustão e é bloqueado no Youtube

Não se metam com os fãs da Tesla.

Rich Benoit anunciou aos seus mais de 700.000 subscritores no YouTube que estava a vender o seu mais recente projeto Tesla para adquirir um carro de combustão interna. Em poucas horas, o vídeo foi retirado por violar as Diretrizes da comunidade.

Benoit é o dono do popular canal do YouTube Rich Rebuilds, onde cria vídeos de si mesmo a mexer e a reconstruir veículos Tesla recuperados. O canal tem mais de 700.000 subscritores e mais de 80 milhões de visualizações.

Youtuber diz que quer trocar Tesla por um carro a combustão e é bloqueado no Youtube 1
Fonte: Vice

Num vídeo publicado no YouTube na semana passada intitulado “Por que estou a vender o meu Tesla e a voltar à gasolina”, Benoit anunciou que venderia seu o recente projeto da Tesla – um Tesla Model S P85 de 2013 reconstruído, para adquirir um carro consumidor de octanas.

pub

“Este vídeo será um pouco diferente. Neste episódio, vou reconstruir um Tesla Model S”, podia-se ouvir Benoit a referir no vídeo originalmente publicado. “Será do começo ao fim em um episódio, enquanto falo sobre as razões pelas quais estou a voltar à gasolina. Meio irónico, não é?”

O vídeo durou apenas algumas horas antes de ser retirado pelo YouTube por violar as Diretrizes da comunidade. “Os fãs da Tesla uniram-se e sinalizaram o meu vídeo para ser retirado do youtube”, disse Benoit num tweet. “O vídeo sinalizado por ‘conteúdo inapropriado’ era sobre eu vender meu Tesla e comprar um carro a gasolina”.

Benoit explicou que ainda produzirá conteúdo da Tesla para o seu canal, mas como entusiasta de carros simplesmente deseja diversificar o seu conteúdo on-line para veículos a combustão e elétricos e não estar ligado apenas a um carro. Também observou que a sua família ainda possui vários veículos Tesla.

Resumo da história, não te metas com os fãs da Tesla, poderão ser a comunidade automóvel mais perigosa no que toca a vingança quando falas mal dos seus consumidores de eletrões.

 

 

 

Fonte
vice
Mostrar Mais
Botão Voltar ao Topo