Notícias

Novo Audi RS3 chega aos 100km/h em 3.8s e tem modo Drift

O novo RS3 da Audi será equipado com aquele acessório indispensável para um hot hatch com tração nas quatro rodas na década de 2020: um modo drift. Embora descrevê-lo seja claramente muito vulgar para a subsidiária do Grupo VW – em vez disso, é chamado de ‘RS Torque Rear’.

Este funciona através do RS Torque Splitter do carro, que também é obra de algumas travessuras de branding. Conforme confirmado numa conferência de imprensa digital que antecede esta publicação de informações técnicas, a peça é idêntica ao sistema ‘R-Performance Torque Vectoring’ encontrado no atual VW Golf R. Tem, no entanto, tem uma configuração de software sob medida.

Novo Audi RS3 chega aos 100km/h em 3.8s e tem modo Drift 1

Em termos de mecânica, tens dois pacotes de embraiagem multi-disco, uma para cada um dos eixos de transmissão traseiros. São controlados eletronicamente e capazes de variar totalmente a divisão de binário entre as rodas. Se definido como RS Torque traseiro, pode enviar até 100% do binário disponível para uma única roda traseira.

pub

O Torque Splitter não está lá apenas para entretenimento, no entanto, a capacidade de polarizar fortemente uma única roda traseira deve ser capaz de matar a subviragem quase completamente, com a Audi a alegar que o RS3 exibe total neutralidade no seu modo ‘Auto’. Muda para Dynamic ou RS Performance e as rodas traseiras são mais inclinadas para um carro mais ágil e divertido.

Novo Audi RS3 chega aos 100km/h em 3.8s e tem modo Drift 2

O coração é 2.5 litros em linha de cinco cilindros com a clássica ordem de disparo 1-2-4-5-3. A potência permanece inalterada em 395 cv, enquanto o valor do binário aumentou uns meros 20Nm para 500Nm. O motivo? De acordo com a Audi, isto é suficiente. É difícil argumentar contra isto quando 0-100km/h foi reduzido em três décimos em relação ao modelo antigo, dando um novo valor de 3,8 segundos.

Novo Audi RS3 chega aos 100km/h em 3.8s e tem modo Drift 3

Para ir o divisor de binário inteligente, há muitos ajustes de chassis tradicionais. Para começar, o RS3 fica 10 mm abaixo do S3 e 25 mm do que o A3. Os triângulos frontais inferiores são mais rígidos e os chassis auxiliares são feitos sob medida e há também um grau extra de curvatura negativa. O chassi auxiliar traseiro e a barra estabilizadora também tiveram que ser reprojetados para acomodar o divisor de binário.

Vamos ver adequadamente o carro sem camuflagem no próximo mês, quando a Audi confirmar os detalhes técnicos restantes do carro. Porém, não parece haver muito que divulgar.

Novo Audi RS3 chega aos 100km/h em 3.8s e tem modo Drift 4

Fonte
carthrottle
Mostrar Mais
Botão Voltar ao Topo